Sua Conta de E-MAIL

Delegacia Virtual

Visitas - Visits

209183
HojeHoje43
OntemOntem60
Essa SemanaEssa Semana286
Este MêsEste Mês1288
TodosTodos209183
54Dot80Dot146Dot251
free counters
eXTReMe Tracker

Seu Endereço WEB

Você está conectado a este site com IP: 54.80.146.251

Cotações - BR

MoedaÚltimoCompraVenda
Dolar/Real
Dolar Tur/Real
Euro x Real
Euro x USD

Rádio On Line

Posição atual da ISS

Enviar a um Amigo

Colaboradores

29ª. REUNIÃO DA CITEL/CCP.II PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administradores   
Seg, 31 de Julho de 2017 20:26

 


LABRE PARTICIPA DA 29ª. REUNIÃO DA CITEL/CCP.II


Esta semana ocorreu a 29 Reunião do Comitê Consultivo Permanente II, (Radiocomunicações) da Comissão Interamericana de Telecomunicações da Organização dos Estados Americanos (OEA/CITEL/CCP.II, na cidade de Orlando, EUA.


Foram discutidos itens de agenda da Conferência Mundial de Rádio de 2019, que promoverá atualização nas atribuições das faixas de frequências entre todos os serviços de comunicações.
Os EUA e Canadá formalizaram a primeira visão preliminar sobre o Item de Agenda 1.1 a respeito da atribuição em primário da faixa dos 6 metros aos radioamadores na Região 1 da UIT.


Segundo esses países, qualquer que seja a decisão sobre o assunto, ela não deverá afetar a atribuição na Região 2 da UIT (continente americano), onde já está caracterizada há muitos anos para os radioamadores em primário.


O Brasil é relator do item para a CITEL e o assunto continuará em evolução nas próximas reuniões até a CMR-19.


Nesta reunião o Brasil assumiu a coordenação do grupo de redação para finalmente concluir a revisão técnica do IARP, a Permissão Internacional para Radioamador.


Trata-se do convênio que permite reconhecimento mútuo de licenças expedidas pelos países signatários no continente americano.


O documento aprovado agora simplificou principalmente o formato da licença a ser expedida pelas administrações nacionais, além da possibilidade de maior integração com a CEPT.
O assunto agora seguirá para outras instâncias administrativas e jurídicas da CITEL e da OEA, quando as chancelarias poderão endossar e integrar seus países ao novo convênio.
O Brasil também apresentou documento informativo a respeito do desenvolvimento dos picossatélites e nanossatélites no Brasil.


O texto foi bem recebido pelo governo brasileiro e mesmo por representantes da NASA, que renovaram o interesse pela atividade satelital e integração na América do Sul.
Todas essas ações formam desenvolvidas pelo Grupo de Gestão e Defesa Espectral da LABRE, que integra a delegação brasileira e representação da IARU na CITEL.
Seja você também um associado da Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão. Informações em http://www.labrepiaui.com.br

Última atualização em Ter, 10 de Outubro de 2017 19:09